27/10/20 10:09

Poupança social digital: governo planeja mais um passo para privatização

Sem Titulo-1.png

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que torna permanente a poupança social digital. Através da iniciativa, todos os benefícios sociais do governo, previdenciários, municipais e estaduais poderão ser pagos. A medida seria mais uma mudança feita pelo governo para fortalecer o processo de privatização da Caixa, já que levaria o banco digital à bolsa nos próximos meses. 

Inclusive, de acordo com o Broadcast (serviço online de divulgação do veículo Estado de São Paulo), as tratativas com o Banco Central para a formalização do banco digital como subsidiária apartada da Caixa já estão em estágio inicial.

Sendo assim, o processo não está muito longe de acontecer, o que mostra, mais uma vez, o grande interesse do governo em privatizar o banco público a partir da venda das suas subsidiárias, focando em setores como Caixa Cartões, Caixa Loterias e a gestão de ativos.

Assim como a Fenae e outras entidades representativas dos trabalhadores brasileiros, a APCEF/RJ também se posiciona contra a mudança, visto que a mesma enfraquece o banco e faz parte das ações privatistas do atual governo, assim como a Medida Provisória 995/2020, que está em tramitação no Congresso Nacional e precisa urgentemente ser combatida.

Compartilhe