29/04/21 12:22

1º de Maio: evento reúne principais lideranças políticas na defesa da democracia, emprego e vacina

WhatsApp Image 2021-04-29 at 12.18.56.jpeg

Neste Dia do Trabalhador, que será no sábado (1), o movimento sindical através da CUT, Força Sindical, UGT, CTB, CSB, NCST, CGTB, Intersindical e Pública, organizou um evento virtual unitário para reunir grandes personalidades das áreas política, artística e sindical em torno da defesa das pautas da classe trabalhadora. Com o mote "Vida, Democracia, Emprego, Vacina para Todos", o evento começa às 14h e tem expectativa de duração de 3 horas de muita luta e união da classe trabalhadora. Será transmitido pela TVT, a TV dos Trabalhadores, e pelos canais no Youtube e redes sociais do movimento sindical.

O objetivo é unificar o Brasil para combater a pandemia, em um movimento de resistência contra o governo federal personificado em Bolsonaro e tudo o que ele representa. Um presidente incapaz de honrar seu cargo como representante popular, que menospreza uma doença hoje responsável por ceifar quase 400 mil vidas brasileiras, estimula uso de medicamentos ineficazes, incentiva e participa de aglomerações e que, no fim das contas, só se importa em defender seus interesses políticos e de sua família. É o grande responsável pelo caos generalizado que vivemos hoje. 

Indo na contramão, o movimento sindical defende o respeito à vida - uma das pautas centrais que serão defendidas neste 1º de Maio - e, portanto, da vacinação em massa, urgente, para a toda população. Além disso, defende também o pagamento de auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia, por entender que é fundamental para garantir a dignidade daqueles em estado de vulnerabilidade, bem como políticas de incentivo à geração de emprego e renda. Por fim, a defesa das instituições públicas e contra a política privatista do governo federal que busca desmontar todo o serviço público e entregar sua função social nas mãos do mercado financeiro, prejudicando toda a população e o desenvolvimento do país. 

Entre as participações, estão nomes da esquerda, centro-esquerda a centro-direita como Lula, Dilma Rousseff, Ciro Gomes, Guilherme Boulos, Fernando Henrique Cardoso, bem como lideranças partidárias, de movimentos sociais e representantes religiosos. 

Também conta com uma extensa representação na classe artística, mostrando que nossa cultura é também resistência, com nomes como Elza Soares, Chico César, Tereza Cristina, Delacruz, Johnny Hooker, Marcelo Jeneci, Odair José, Aíla, Bia Ferreira e Doralyce, Fábio Assunção, Osmar Prado e outros.

A APCEF/RJ convida todos a participarem. O Dia do Trabalhador é dia de luta e de defesa dos nossos direitos que, no contexto atual, se mostram continuamente ameaçados. Resistamos, juntos!

Compartilhe