02/12/19 13:26

APCEF/RJ promove almoço de integração para os novos empregados PCDs da Caixa

 

CAPA-MATERIA.jpg

No último sábado (30), aconteceu na Sede Campestre de Jacarepaguá um almoço de boas-vindas para os novos empregados PCDs contratados pela Caixa para atuar no Rio de Janeiro. O encontro, uma iniciativa da APCEF/RJ junto à Fenae, teve por objetivo apresentar a Sede, a associação e os projetos existentes aos trabalhadores. Dentre os presentes, estiveram o Presidente da APCEF/RJ, Paulo Matileti, o Diretor Sociocultural, Franklin Trindade, o Membro do Conselho Deliberativo, Enilson Nascimento, e a assistente de relacionamento da Fenae, Sabrina Guidinele.

Os novos empregados foram aprovados para o cargo de Técnico Bancário Novo – Carreira Administrativa, no concurso feito pela Caixa em 2014. Os trabalhadores foram convocados para tomar posse neste ano, após ordem judicial que determinava a contratação de 2.500 pessoas com deficiência. Assim, a instituição estaria no caminho para cumprir o determinado pela Lei de Cotas e completar seu quadro de pessoal com 5% das vagas destinadas aos PCDs.

O empregado Julio Cesar Meira Matos, 33, que trabalha na agência Ipanema há quase três meses no atendimento à pessoa física, contou que estar na Caixa tem sido uma experiência maravilhosa, e que reconhece a importância do acesso a espaços de lazer e cultura como a Sede Campestre. “Ter uma entidade que te represente quando necessário e que conceda um espaço grande como esse, com piscinas, campos de futebol, churrasqueiras e uma área de lazer completa, é muito interessante”.

Já Marcele Mendes e Silva, 28, que trabalha na agência Augusto de Vasconcelos, se sente motivada com a nova ocupação e conta que pretende se associar à APCEF/RJ. “Todo dia é um novo desafio e aprendizagem, mas estou gostando muito. Além disso, acho importante o empenho da associação na luta pelos direitos dos trabalhadores. Nós, empregados, temos as legislações para nos amparar e não podemos deixar de reivindicar o que é nosso. Penso em me filiar, principalmente porque fomos contratados sem acesso ao Saúde Caixa, mesmo estando previsto no edital, e para mim, que sou PCD e preciso de acompanhamento médico, é essencial ter esse benefício. No mais, acredito que me associar à APCEF/RJ significa poder contar que ela lute pelos meus direitos como trabalhadora da Caixa”.

Por fim, o Presidente da associação, Paulo Matileti, destacou ainda a necessidade do cumprimento da Lei de Cotas. “Muitos PCDs encontram dificuldade para ingressar no mercado de trabalho. Por isso, é indispensável que a Caixa cumpra com o determinado. Nós, da APCEF/RJ, continuaremos empenhados na luta em prol dos direitos, inclusão e representatividade dos trabalhadores”.

IMG_4794.jpg

IMG_4801.jpg

IMG_4768.jpg

Veja mais fotos clicando aqui.

Compartilhe