27/07/20 16:36

Filas nas agências é resultado da má gestão da direção da Caixa

WhatsApp Image 2020-07-27 at 13.18.25.jpeg

Desde o início do pagamento do auxílio emergencial, as filas nas agências da Caixa se tornaram um grande problema. Apesar da recomendação de distanciamento social, todos os dias, diversas unidades registram filas quilométricas, que se iniciam, muitas das vezes, na madrugada anterior ao horário de abertura das agências.

Apesar do comprometimento dos bancários, que vêm trabalhando incansavelmente na linha de frente no atendimento à população que precisa do auxílio (e por diversas vezes, sem ter acesso às medidas de proteção necessárias), o problema persiste por conta da péssima gestão da atual direção da Caixa. Não é de hoje que a APCEF/RJ, junto a outras entidades representativas dos trabalhadores, vem cobrando soluções para o problema.

No entanto, o que se vê é um descaso sem precedentes. A triste verdade é que a direção de Pedro Guimarães está mais preocupada em privatizar o maior banco público da América Latina, do que em resolver a questão das filas. Todos os dias, milhares de trabalhadores vão em busca do benefício que devia ser solução, mas que se tornou porta de entrada para problemas maiores, como a contaminação por COVID-19 e a falta de suporte financeiro durante a maior pandemia dos últimos tempos.

Inclusive, a Caixa, recentemente, bloqueou milhares de contas de beneficiários por suspeitas de fraude e problemas no cadastro. Já no último dia 23, o banco divulgou um novo calendário para regularizar a situação dessas milhares de pessoas que tiveram suas contas suspensas. Desde abril, quando se iniciou o pagamento do benefício, milhares de reclamações sobre as filas e sobre a dificuldade em acessar o aplicativo Caixa Tem vêm sendo registradas, mas até agora, nenhuma solução efetiva foi tomada.

Toda essa situação só mostra o absurdo que é a direção da Caixa ainda não ter encontrado formas de resolver as questões que permeiam o auxílio emergencial. A Diretoria da APCEF/RJ irá continuar acompanhando de perto toda a situação e alerta, mais uma vez, para a necessidade de adoção de medidas de proteção para os trabalhadores e clientes do banco. É inaceitável que a direção da Caixa continue tratando a situação com tamanho descaso. Mais que isso, é necessário respeitar todas essas pessoas e preservar pela sua saúde, em especial, durante a pandemia.

Paulo Matileti
Presidente da APCEF/RJ.

Compartilhe