24/03/21 12:02

Funcef prevê redução média de 16,5% no equacionamento do Reg/Replan Não Saldado

WhatsApp Image 2021-03-24 at 12.02.55 PM.jpeg

A Funcef divulgou seus resultados de 2020 na última terça-feira (23). O balanço mostrou que a Fundação alcançou um superávit de R$ 2,57 bilhões, o que permitirá uma redução média de 16,5% nos valores das contribuições extraordinárias pagas pelos participantes do REG/Replan Não Saldado a partir da folha de abril, de acordo com a própria Funcef.

Já no REG/Replan Saldado, o maior plano da Fundação em ativos, ainda não foi possível fazer a revisão das alíquotas de equacionamento. Contudo, o déficit que precisa ser eliminado caiu de R$ 2,17 bilhões, em dezembro de 2019, para R$ 197 milhões. Além disso, o balanço de 2020 apontou uma rentabilidade consolidada de 13,78% da carteira da Funcef, que ultrapassou os R$ 80 bilhões. Esse foi o melhor desempenho registrado nos últimos 10 anos.

No que diz respeito à rentabilidade, as duas modalidades do REG/Replan encerraram 2020 com salvo positivo. Foram 16,60% no Saldado e 14,11% no Não Saldado, ambos marcando acima da meta de 10,19%. Já os planos mais jovens, como o Novo Plano CD e REB CD, foram afetados pela forte oscilação do mercado trazida pela pandemia e não tiveram o mesmo resultado. O Novo Plano CD (ativo) teve rendimento de 7,45%, enquanto o REB CD (ativo) também ficou abaixo da meta, com 7,98%.

Compartilhe