23/10/20 11:07

Governo cogita cobrar devolução antecipada de IHCD e pode enfraquecer bancos públicos

Sem Titulo-1.png

 

Após informar sobre uma futura abertura de capital do braço digital da Caixa, o ministro da Economia, Paulo Guedes, agora afirmou que o governo cogita a possibilidade de cobrar a devolução antecipada de recursos ao Tesouro dos Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Brasil e Caixa. 

No caso da Caixa, parece que o governo está negociando para ver quanto mais o banco pode devolver de Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida (IHCD), que funcionam como um empréstimo sem prazo de pagamento e têm sido usados para aumentar a capacidade de empréstimos de bancos públicos, sem comprometer a segurança financeira das instituições.

Lembrando que políticas de saneamento básico, habitação popular, financiamento de material de construção e o Minha Casa Minha Vida, por exemplo, são decorrentes dos IHCDs. 

A medida já está sendo muito criticada pela Fenae, e assim como a entidade, a APCEF/RJ também se coloca contra a futura iniciativa, visto que ela representa mais um ataque às instituições públicas. As devoluções acabam afetando a capacidade da empresa de realizar novos empréstimos e isso prejudicaria diretamente a sociedade. Ou seja, seria mais uma manobra do governo para enfraquecer os bancos e que não traria benefícios para o povo brasileiro.

Compartilhe