22/02/21 11:01

Metas abusivas: saúde dos bancários não é meta da diretoria da Caixa

WhatsApp Image 2021-02-22 at 11.00.26.jpeg

No tuitaço da última sexta-feira (19), muitos trabalhadores da Caixa e simpatizantes da causa bancária se mobilizaram contra as metas abusivas e o descaso da diretoria da Caixa com seu quadro de pessoal. 

"Na CEF, toda semana é um colega internado, muitos lutando pela vida nas UTIs por meses. As perdas são irreparáveis. Mesmo assim, a máquina de moer com metas desumanas não para. Não aguentamos mais!", escreveu um usuário. Esse relato é com certeza compartilhado por milhares de outros bancários da Caixa, que se expõem diariamente para prestar serviço à população brasileira e são submetidos a metas absurdas. A saúde dos trabalhadores definitivamente não é uma das metas da diretoria do banco.

Por conta da pressão da categoria, a intensa cobrança da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE)/Caixa, o banco já reduziu algumas metas, com a diminuição dos objetivos das curvas de metas do Conquiste de fevereiro e março. Mas não é o bastante! Os empregados seguem trabalhando à exaustão, também pelo enorme déficit do quadro de pessoal, tentando alcançar metas inalcançáveis e sendo vítimas de assédio, sem saber se podem se posicionar contra a situação e acabar demitidos por justa causa.

Por aqui, devemos seguir nos mobilizando, buscando fazer nossas vozes serem ouvidas e nossas exigências atendidas. 

Compartilhe