28/01/21 10:51

Presidente da Caixa insiste em privatizar subsidiárias

WhatsApp Image 2021-01-28 at 10.47.33.jpeg

As tentativas de privatizar a Caixa não param. Na última terça-feira (26), o presidente do banco, Pedro Guimarães, anunciou a continuidade do plano de vendas de subsidiárias para empresas privadas. Dentre as subsidiárias, estão a Caixa Seguridade, a Caixa Cartões, a Caixa Loterias, a gestão de recursos (asset) e o banco digital, que ainda nem foi criado. Todas essas áreas são consideradas estratégicas e lucrativas para a empresa, portanto, vendê-las significa um prejuízo direto ao papel social da Caixa e ao desenvolvimento do país.

Segundo Guimarães, trata-se de uma iniciativa para diminuir o endividamento público e tende a melhorar a governança do banco. No fim das contas, o plano atende a uma agenda neoliberal e privatista apoiada pelo governo Bolsonaro, que busca esvaziar instituições públicas e sua função social. A Caixa é um banco 100% público que há 160 anos vem exercendo um papel importantíssimo na vidas dos brasileiros, e tenta sobreviver a mais esse ataque. 

A APCEF/RJ, Fenae, outras Apcefs, bem como todo o quadro de pessoal da Caixa e a sociedade em geral devem se unir contra esse retrocesso.
 

Compartilhe