08/10/20 10:17

Saiu na mídia: proposta incluída na reforma administrativa facilita privatização

2020-10-08.png

 

Nesta semana, os principais portais de notícias, como o Globo, IG, Brasil 247 e Yahoo, divulgaram uma reportagem que chamou a atenção de servidores e entidades representativas. De acordo com documentos do Ministério da Economia, Paulo Guedes tentou incluir na proposta de reforma administrativa um dispositivo para facilitar a privatização de empresas públicas de estados e municípios. 

O documento apresenta minuta que inverte a lógica das privatizações: em vez de o presidente propor a venda de uma companhia, o governo ficaria previamente autorizado a privatizar todas as empresas, a não ser que houvesse manifestação expressa pela necessidade de manter o controle da atividade estatal. A alteração abriria mais ainda o caminho para o processo de privatização.   

Assim como outro trecho, que foi cortado pelo Palácio do Planalto, determinava que os servidores que se candidatassem nas eleições deste ano, deveriam ser afastados do cargo sem remuneração. 

Sendo assim, a atitude apenas ressaltou a clara intenção do atual governo em querer privatizar a qualquer custo as estatais do país. E mais do que isso, mostrou que além de querer facilitar a venda dessas empresas, existe um projeto de acabar com direitos e a estabilidade de determinadas categorias de servidores.

Compartilhe