23/03/21 11:19

Superferiado no Rio: bancos deveriam abrir?

WhatsApp Image 2021-03-23 at 11.01.17 AM.jpeg

Nesta segunda-feira (22), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, publicou decreto no Diário Oficial que determinava as regras para o "superferiadão" a acontecer na cidade da próxima sexta-feira (26) até o Domingo de Páscoa (04). 

O decreto instaura, dentre outras coisas, que não poderão funcionar: shoppings, boates, danceterias, bibliotecas, clubes, museus, escolas, entre outros estabelecimentos. Mas os bancos estão previstos para funcionar, mesmo que com restrições. Para garantir o combate à propagação da COVID-19 e a proteção dos empregados e da população, seria fundamental que os bancos permanecessem fechados também. Em São Paulo, por exemplo, a Febraban decretou que as agências não funcionarão presencialmente, apenas atendimento de forma digital e caixas eletrônicos. O mesmo deveria acontecer no Rio, onde a situação da pandemia também está aterradora.

Ainda na segunda-feira, o governador do estado Cláudio Castro enviou à Alerj projeto de lei que cria três feriados, além da antecipação de Tiradentes e São Jorge. Em todo o estado, as restrições devem ser efetivas para combater esse momento tão sensível. 

Compartilhe